Tag Archives: Filé

“Renda-se”
   Felipe  Camelo  │     26 de dezembro de 2016   │     13:57  │  0

Renda tipicamente alagoana, as rendeiras tecem, com habilidade passada de geração a geração, há + de 200 anos. O filé é 1 das maiores raízes tradicionais do artesanato alagoano, fonte de sobrevivência, além de ser 1 das grandes marcas culturais do povo e da cidade de Marechal Deodoro.

jl-5

Fotos: Reprodução

O filé é feito a partir de 1 rede semelhante à de pesca, presa a 1 tear de madeira, utilizando como ferramentas 1 agulha e linhas de algodão, transformando-se em 1 bordado de pontos geométricos de cor neutra ou multicolorida.

Confirmando a importância da atividade, a Prefeitura de Marechal Deodoro promove desfile de moda no próximo dia 28, na Praia do Francês.

unnamed

‘Renda-se’ quer promover 1 maior desenvolvimento comercial e a retomada da valorização da mão de obra. Na coleção, 2 rendas, o filé e o crochê.

2º o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, o filé é considerado 1 dos 134 símbolos + representativos da cultura alagoana, bastante valorizado no resto do país pela tradição, autenticidade e riqueza de detalhes.

Envolvidos na ação, Mirela e Gabriela Cabús, Téo Limões.

Tags:, , , , , ,

>Link  

Filé, Muito Além da Trama
   Felipe  Camelo  │     10 de outubro de 2016   │     12:42  │  0

A renda filé é 1 das grandes marcas de Alagoas, é nela, impressos cultura e história. Sua origem é desconhecida, mas, a maneira como é feito, não deixa espaço para dúvida, tem ligação direta com a rede de pesca.

184725_144998042231815_100001648618876_277244_3704670_n

Fotos: Reprodução

Esta incrível tecelagem, no olhar de Fernando Perdigão, ganha novas formas, texturas, padrões… num maravilhoso e encantador trabalho artesanal, que valoriza não apenas a cultura nordestina, mas também a diversidade brasileira. Inclusive, ele foi o 1° a valorizar e dar nova linguagem ao filé, misturando fibras naturais e linhas de seda.

Acompanho o trabalho de Perdigão desde que ela namorava com a franco-brasileira Sandrinha Penicaut, que desenhava os modelos e ele os produzia, transformando e sofisticando o filé caeté.

no-atelie

Casaram e seguiram trabalhando por muitos anos, fazendo sucesso. Se separaram, e ele se afastou da moda, passando a produzir objetos de decoração utilizando materiais naturais num trabalho totalmente autoral. Mas o mercado da moda sempre solicitou sua volta, e assim, Perdigão se rendeu ao seguimento, inovando, criando novas tramas da renda + alagoana, renovando ainda + o filé.

desfile-de-fernando-perdigao-no-trend-house-13

Suas peças encantam e são sempre bem criticadas pela mídia local e nacional. Em 2012, na Alagoas Trend House, lançou 1 coleção pra lá de ousada e criativa. O estilista propôs quebrar o preconceito existente com o ‘não- tecido’ TNT no mundo da moda, apresentando desfile puramente conceitual, em formas de vestidos, chapéus, bolsas… Ah! E sabe o que foi usado ao invés da tela própria pr’o filé? Tela para galinheiro. O que era pra ser só conceito, virou notícia nacional.

felipe-camelo-e1374071932143

Provando que este material é versátil, Fernando Perdigão, com auxílio luxuoso de Manoel Augusto, traz propostas autorais e desejáveis ao criar acessórios únicos, como ‘casaquetos’, mantas, echarpes, lenços, capas, sobreposições …

Repercuto as criações com filé alagoano, que literalmente roubam a cena e ganham aplausos.

9W8A0655  WP_20161003_004 (2) WP_20161003_007 (2) WP_20161003_017 WP_20161005_005 WP_20161005_018 WP_20161003_020

WP_20161003_016 WP_20161003_038

Tags:, , , ,

>Link  

Inovação, Design, Ousadia… o Filé Caeté
   Felipe  Camelo  │     27 de outubro de 2015   │     15:00  │  0

Fotos - Diego Queiroz/Cortesia

Fotos – Diego Queiroz/Cortesia

Quem me conhece sabe que eu jamais daria destaque a alguém só por ser meu amigo. Pra estar aqui tem que ser talentoso e produtivo. Assim repercuto o sucesso da Moda Recife 2015, que aconteceu nesse fim de semana, assinado por Ricardo Coller .

(mais…)

Tags:, , , , ,

>Link