Tag Archives: Culinária

Culinária Capa de Revista
   Felipe  Camelo  │     2 de julho de 2018   │     17:06  │  0

A não ser que você não ligue pra futebol, ou não seja brasileiro, ou esteja morando numa caverna, ou… não use internet, você já deve saber que o Brasil passou hoje pr’as 4ªs de final da Copa do Mundo. E passou da melhor forma possível, com o alagoano Firmino entrando no finzinho do jogo pra enterrar de vez as esperanças da seleção mexicana e fazer 2 x 0, com a benção dos nossos conterrâneos.

Felizmente, não é só de futebol que sobrevive Alagoas, e tem muita gente boa por aí se destacando nas + diversas áreas Brasil afora. 1 exemplo? Algo que sempre reforçamos aqui no blog: a culinária. Não tem jeito, parece que esse povo caeté nasceu com a panela na mão. Não é à toa que fomos destaque em 1 das revistas de gastronomia de maior prestígio em solo brasileiro, a ‘Prazeres da Mesa’.

Foto: Reprodução

Na premiação dos “Melhores do Ano” tivemos 3 vencedores!!!

Na categoria “Banqueteiro do Ano”, o já popular Wanderson Medeiros e sua W Gourmet foram os campeões. 2º a revista, a equipe afiada do chef dá tudo de si pra fazer da experiência do bufê algo inesquecível “Desde o ano passado, o chef desponta como o queridinho das noivas que desejam casar em São Miguel dos Milagres, no litoral norte de Alagoas”, não por menos, foi o seu banquete que marcou presença no casamento de Whinderson Nunes.

Achamos até difícil, mas se você ainda não visitou o Divina Gula, saiba que ele está muito bem quisto, com o titulo de melhor Restaurante Nordestino do Ano. A cria dos mineiros André Generoso & Cláudia Mortimer impressiona pela qualidade desde os anos 80 e colhe os frutos de todo o trabalho passado de pai pra filho. Afinal, os herdeiros André Generoso e Diogo Mortimer continuam tocando o negócio de seus progenitores, contando hoje com + de 100 pratos no cardápio, que se destacam “pelas criações que unem a culinária típica mineira e os insumos alagoanos”.

Restaurante Divina Gula “Restaurante do ano – Nordeste”. Foto: Reprodução

Agora, se você quer apresentar pr’um amigo gringo o melhor da comida tupiniquim, é bom saber que o Akuaba foi escolhido entre tantos como o Melhor Restaurante de Cozinha Brasileira, e olha que todos os outros finalistas eram de São Paulo, capital. Felizmente, pro nosso orgulho, as delícias dos baianos Vera & Jonatas Moreira, saíram vencedoras. Mãe e filho, fazendo o melhor com receitas de peixe e frutos do mar. Junte isso à influências africanas, portuguesas e indígenas e dá pra ter 1 ideia do porque tanta badalação. Sem contar o menu autoral que vez ou outra dá as caras. 1 delícia!!!

“O Divina Gula também ganhou destaque como a melhor carta de cerveja entre os concorrentes. Já o Maria Antonieta, restaurante de cozinha italiana, levou o prêmio de excelência como melhor carta de vinho”, 2º Bárbara Pacheco, assessora de comunicação da Secretaria de Turismo de Maceió.

Akuaba, melhor “Restaurante de cozinha brasileira”. Foto: Reprodução

Mas, vejam só vocês, nossa culinária está tão bem representada que até a cozinha amadora anda chamando atenção, e a gente tem que exaltar, ainda + quando a prata é da casa.

O repórter fotográfico da Gazeta de Alagoas, José Feitosa, além de grande cordelista, há + de 50 anos nas 2 áreas, é cozinheiro de mão cheia, e por isso saiu na revista DBO com sua maravilhosa receita de dadinhos de tapioca. O que é isso? 1 mistura deliciosa e muito criativa com goma de tapioca e queijo coalho – carne assada não pode ficar de fora como recheio. Qual o diferencial dos dadinhos do Feitosa? Ele utiliza charque. Na matéria escrita pelo próprio, a gente pode ter 1 ideia do processo de criação da receita e do passo a passo do modo de preparo.

Foto: Reprodução

2º Zé, como é chamado pelos + íntimos, “Tem chefs que gostam de cozinhar e os que gostam de comer, eu sou daqueles que gosta de comer”. Nós também. Ainda bem que moramos em Maceió, porque morrer de fome a gente não vai, só se for de tanto comer.

 

Tags:, , , , ,

>Link  

Pra Ler Salivando
   Felipe  Camelo  │     19 de junho de 2018   │     16:26  │  0

Semana após semana somos instigados a falar sobre a culinária alagoana. Não só por conta da imensa qualidade e variedade, tanto de ingredientes quanto de chefs, que ela apresenta (como sempre ressaltamos aqui neste blog), mas também porque seus representantes simplesmente não param!!!

É só dar 1 olhada na quantidade de matérias sobre gastronomia que postamos este ano, lhe garantimos que não foram poucas. E só pra variar, vamos quebrar 1 pouco o ritmo de Copa pra falar, vejam só vocês, sobre as delícias destas terras caetés. Ok, talvez não diretamente, mas você já vai entender.

O negócio é que a queridíssima  jornalista Nide Lins lançará seu + novo livro ‘Receitas das Alagoas – Cozinha de Boteco, de Chef, de Rua e de Tradição’, às 6 da tarde da próxima 2ª-feira, dia 25, no Museu Palácio Floriano Peixoto. Na leitura, receitas inteiramente alagoanas, desde os ingredientes aos criadores.

Foto: Acervo Pessoal – Reprodução

Como o nome já diz, o conteúdo não se resume apenas a pratos rebuscados de restaurantes chiques. Foca principalmente em comida popular, feita por gente que aprendeu bem + que a conhecida “gourmet”, sem esquecer das origens nordestinas. Aliás, se tem 1 coisa da qual Nide corre é esta expressão peculiar.

“Se tiver o nome ‘gourmet’ pulo fora”, disse, “meu critério é comida boa, ingredientes alagoanos, criatividade e sabor”. 2º ela, depois do lançamento do seu “Guia da Gastronomia Popular Alagoana” em 2015, sempre teve vontade de fazer 1 livro sobre receitas de botecos. À pedido da Editora Graciliano Ramos, ela resolveu juntar ao conjunto da obra “chefs, ruas e tradições”.

Se em seu livro anterior a jornalista apresentava aos leitores indicações dos bares e restaurantes que melhor representam a culinária alagoana, neste, toda a atenção foi dada às receitas. Ao todo são 57, criadas pelos + variados cozinheiros, das + variadas vertentes gastronômicas.

Nide Lins e André Generoso, que terá no livro sua receita de “cordeiro mamão com purê de fava e farofa de bolacha de Maragogi”, além de 1 incrível receita de sua saudosa e inesquecível bem amada Cláudia Mortmer, “cebiche de camurim”. Foto: FC

“Convidei todos. Claro, todos que estão no meu livro já passaram pelo meu crivo. Alguns pedi para criar [as receitas], outros, como a Gil [do Bar da Gil], pedi a receita da língua ao molho de tomate, e assim o livro foi ao forno. A única exigência é usar ingredientes das Alagoas, como pescados, coentro, coco, cominho, e por aí vai… E tem muita gente nova pouco conhecida do grande público que literalmente, coloca a cozinha pelo avesso”, completou Nide Lins.

 

Então se você ama boa comida, e ama Alagoas, ou melhor ainda, ama os 2 juntos, e quer aprender 1 pouco + sobre o que de melhor é feito na culinária local… Fica a dica! Vale leitura!!!

Tags:, ,

>Link  

Sabores de Alagoas Mundo Afora
   Felipe  Camelo  │     2 de fevereiro de 2018   │     16:23  │  0

Talento culinário é pra poucos, mas as vezes pode vir dos lugares + inusitados.

No caso do chef Serginho Jucá, certamente foi passado de sua avó, Yeda Rocha. 1 das 4 Irmãs Rocha, pilares da culinária alagoana, e muito famosas Brasil afora por suas receitas transmitidas ao longo de gerações.

Ele têm levado a sério esse legado. Depois de adquirir conhecimentos em São Paulo e Barcelona voltou pra Maceió e montou o Restaurante Sur Arte Gastronômica, junto com Felipe Lacet, que não fica atrás, podendo dizer em seu currículo que estudou gastronomia no País Basco.

A Proposta do Sur é juntar o que há de melhor na culinária regional com pratos + sofisticados num preço acessível. Essa mistura têm dado bons frutos – os rapazes já foram capa da revista especializada “Prazeres da Mesa”, além de serem indicados pelo “Guia Quatro Rodas” como melhor restaurante do Nordeste, e até darem as caras como destaque no site norte-americano da “Forbes Life”.

Fotos: FC

Entretanto, existem outros conterrâneos que também vêm chamando bastante atenção internacional nesse meio. À exemplo, Eder Marinho, que depois de 1 tempo como assistente de cozinha na Nova Zelândia, e de indas e vindas entre lá e cá, hoje é ‘chef executivo’ na Austrália e têm sua própria empresa de consultoria.

O fato é que ontem à noite tive a oportunidade de ir ao Sur para o 3º Deguste Alagoas e atender o convite pra esse encontro de gigantes, entre Eder e os chefs anfitriões, que capricharam no menu especial da noite. Posso dizer que é de muita importância ter estes rapazes como representantes da culinária alagoana, mas quem ganha mesmo é o nosso paladar. Literalmente, delícia!!!

Da esquerda pra direita: Serginho Jucá, Felipe Lacet e Eder Marinho.

 

Vale acesso: Sucesso na OceaniaSuR-preendentes

Tags:, , , , , ,

>Link  

Alimentação Saudável, Além do Sabor
   Felipe  Camelo  │     23 de janeiro de 2018   │     14:23  │  0

Alimentação saudável deveria ser 1 pauta constante em todos os veículos de comunicação. Numa rotina acelerada, correndo contra o tempo… por muitas vezes, escolhemos comer o que seja + rápido, nos adaptamos aos ‘fast-food’ e deixamos de lado as opções que trazem benefício.

E atenção dobrada pr’aqueles com pequenos em casa. Devemos ensinar, desde cedo, a importância de comer bem, de forma saudável, pois o melhor exemplo são os pais. 1 alimentação completa (recheada de proteínas, com hidratação constante) dá bastante energia pra brincar, estudar, correr… fazer tudo que 1 criança deve fazer. Ah! E sem se esquecer de dormir bem.

Fotos: Reprodução

A educação alimentar é tão fundamental, que alguns colégios aqui no Brasil já começaram a seguir o exemplo das escolas do Reino Unido, onde as aulas de culinária são obrigatórias. 2° especialistas, esse tipo de atividade estimula a curiosidade e a busca por novos alimentos.

Vendo isso, cada X + surgem programas que incentivam a criançada a tomar gosto pela prática na cozinha, como o ‘Mais Você’, que apresenta o quadro ‘Super Chefinhos’, onde os participantes aprendem, através de aulas e ‘workshops’, a cozinhar. No final todo mundo ganha, pois é divertido, quebra a rotina e ensina os cuidados que devemos ter.

Esta realidade não está tão distante de Maceió.

Por aqui, a chef Tatiana Brasil já está na 7ª edição do Curso de Culinária Kids, para crianças de 2 a 13 anos. Das 8 da manhã às 5 da tarde da próxima 5ª,  dia 25, no Espaço Vila Crescer da Ponta Verde, elas se tornarão minichefs, colocando a mão na massa e aprendendo várias receitas.

Além da gastronomia, o resgate das brincadeiras que marcaram antigas gerações, como queimado, amarelinha…

2° Tatiana, “O curso irá despertar na garotada um novo olhar para os alimentos, de uma forma divertida e lúdica, o que também ajuda na alimentação dentro de casa”. + informações? [email protected]

 

Tags:, , , ,

>Link  

Saberes e Sabores
   Felipe  Camelo  │     22 de janeiro de 2015   │     12:46  │  2

Reprodução

Reprodução

Paralelo à 9ª Feira dos Municípios Alagoanos, de hoje ao próximo dia 25, no Centro de Convenções de Maceió, 2ª Mostra Alagoana de Gastronomia com umas 20 oficinas com chefs caetés, vem mostrar a importância dos elementos que compõe nossa cultura através da culinária com seus sabores, cheiros, cores e texturas. (mais…)

Tags:, , , , ,

>Link