Tag Archives: Alagoas

Educação + Lixo = Luxo
   Felipe  Camelo  │     23 de outubro de 2018   │     16:32  │  0

Há pouco + de 1 mês, discutimos aqui no blog sobre a importância de descartarmos o nosso lixo de maneira responsável. Claro, não depende só de nós, é preciso fazermos a nossa parte, evitando o uso de sacolas, canudos ou copos que usamos por alguns segundos e levam anos pra se decomporem na natureza, mas a maior parte do trabalho está relacionada a políticas públicas de descarte de todo o resíduo.

Na matéria, também abordamos o projeto Relix, que trouxe temporariamente pra Maceió supercampanha muito bem vinda de conscientização em relação ao nosso lixo e, claro, à sustentabilidade que deve vir de forma inerente quando pensamos no assunto.

Vale acesso: Recusar, Repensar, Reduzir…

Eis que apenas 1 mês depois, retornamos ao assunto, não só porque não poderia ser + atual, mas também porque é 1 problema com o qual precisamos lidar diariamente. Em teoria, todos os lixões do Brasil deveriam ser finalizados em 2014. Este foi o prazo dado pela Política Nacional dos Resíduos Sólidos. Tá na Lei Federal 12.305/2010.

Fotos: Reprodução

Pois estamos aqui, depois de 4 anos do ‘deadline’ e esta expectativa não poderia estar + longe da realidade. Pelo contrário, levantamento da Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais aponta que em 2017 o despejo inadequado do lixo apenas aumentou, pelo menos 3% de 1 ano pr’o outro.

Junte isso ao fato de que a produção de lixo também subiu – dá pra cobrir 1 campo e 1/2 de futebol com os 378 kg de lixo produzidos por habitante anualmente. Ou seja, + resíduos despejados em + locais inadequados. Não precisa nem dizer o impacto destes nºs no meio ambiente e na saúde pública.

R$ 3 bilhões é a pequena bagatela gasta por ano com o tratamento de saúde de pessoas que ficaram doentes por causa da contaminação provocada pelos lixões, 2º reportagem do G1.

Pra se ter 1 ideia, das 5.570 cidades brasileiras, quase metade não possui plano efetivo pr’o manejo do lixo. Em matéria que foi ao ar em 8 de maio do ano passado, o Jornal Nacional denunciou problemas em alguns dos estados brasileiros + populosos.

“Na Bahia, o recorde é no número de lixões, o maior do país: são mais de 300 vazadouros em situação irregular. Brasília só tem um lixão: a 20 quilômetros do centro da capital do país, que recebe quase 80% do lixo produzido no Distrito Federal. Em São Paulo, o estado mais populoso e rico do Brasil, a maior parte do lixo vai para o lugar certo: os aterros sanitários. Mas 14 mil toneladas de resíduos sólidos ainda vão para lixões diariamente”, cita a reportagem.

Você deve estar se perguntando: “E Alagoas?”. Pois bem, pelo menos neste quesito podemos ter muito orgulho da nossa terra, já que desde maio deste ano todos os lixões foram encerrados nos 51 municípios do território caeté. Foi o 1º estado do Nordeste a concretizar o feito e o 3º de todo o país.

Se imaginarmos que em 2017, na mesma época, 60% das cidades ainda mantinham lixões em locais inadequados, com 95% dos resíduos produzidos abandonados a céu aberto, é de se louvar o trabalho conjunto do IMA/AL com o Ministério Público Estadual, a Secretaria de Estado de Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos e a Associação dos Municípios Alagoanos, pela preservação do meio ambiente.

Tá bom que não é + do que a obrigação, mas se levarmos em conta que a grande parte do país ainda não se enquadrou na tal Lei de Resíduos Sólidos, então temos sim o que comemorar!!!

Não a toa existem gestores de outros estados que já estão de olho no projeto de erradicação dos lixões aqui de Alagoas. Esta semana, por exemplo, o IMA/AL recebeu a visita de Pedro Aurélio de Carneiro, presidente da Agência Executiva Metropolitana do Maranhão, pra conhecer com + afinco a iniciativa.

Atualmente o Maranhão, estado com 217 municípios, possui apenas 1 aterro sanitário que atende somente a capital São Luís. Entre outras coisas, o presidente falou no encontro sobre a dificuldade de gerenciar 1 território tão grande e expressou o exemplo que estamos dando pr’o resto do país, saindo da estaca 0 e acabando com 100% dos lixões num espaço de 3 anos. “Venho acompanhando há um tempo o trabalho de vocês e garanto que muita gente ainda vai querer vir aqui ver de perto”, afirmou.

Boa administração? Boas intenções? A certeza é que quem ganha é o meio ambiente e, claro, a saúde do alagoano agradece.

Tags:,

>Link  

A Rica Cultura Alagoana
   Felipe  Camelo  │     26 de junho de 2017   │     13:57  │  3

Tesouro inesgotável. É assim que imagino a cultura de 1 povo. O Brasil, por ser 1 país de tamanho continental, é rico quando se fala neste assunto, temos festas, manifestações, costumes, comidas, referências, artesanatos, danças, músicas diferentes, que vai de 1 extremo ao outro se reinventando, mas que não deixa de ser nossa cultura.

Fotos: Marco Antônio/Secom/Reprodução

Alagoas tem 1 das maiores diversidade cultural do país, são + de 25 manifestações, como os folguedos, pastoril, quilombo, reisado, bumba-meu-boi, guerreiro, coco de roda…

E é exatamente do coco de roda alagoano que vamos ‘falar’. Sentindo que havia carência de incentivo e pouca visibilidade, a Secretaria do Estado da Cultura, está realizando o 1° Festival de Coco de Roda de Alagoas, enriquecendo ainda + a programação de São João em Maceió.

Foto: Thiago Sampaio/Reprodução

“Nós saímos do gancho da quadrilha juninas, pois só fazíamos eventos nas sombras desses festejos. Esse festival é muito especial, espero que todos venham nos prestigiar”, 2º vice-presidente da Liga dos Cocos de Roda de Alagoas, Murilo Santos.

Foto: Thiago Sampaio/Reprodução

Desde o último sábado, 24, indo até o próximo dia 29, na praçinha dos fundos do Museu da Imagem e do Som, que fica na frente da Praça 2 Leões, em Jaraguá, o Festival tem a participação de 15 equipes.

Todo a programação está disponível no www.cultura.al.gov.br

Tags:,

>Link  

Alagoas + Doce com Artistas do Açúcar
   Felipe  Camelo  │     5 de janeiro de 2017   │     12:34  │  0

Jornalista por formação, fazendo sucesso em tudo que produziu, Lis Nunes seguindo os ‘passos’ da mãe, Rosa Maria, investindo nos bolos artísticos e coordenando o ‘1º Encontro de Cake Designer’, com o tema ‘Alagoas, que seja doce por mais 200 anos’.

“Fortalecer, unir e destacar os profissionais da arte do açúcar”, esse é o objetivo do 1º Encontro de Cake Designer de Alagoas, que reúne + de 300 profissionais hoje, de 3 da tarde às 7 da noite, no Espaço Amarílis, Serraria. Na programação, bate-papos, sorteios e palestras com profissionais destacados no mercado nacional.

15193563_1701571323490681_7060121309443704548_n

Fotos: Reprodução

O 1º encontro homenageia os 200 anos da Emancipação Política do Estado, “Tudo para que haja inovação e criatividade na confeitaria”, 2º Lis Nunes, que complementa “Além de promover as pastelarias e confeitarias presentes, transformando o espaço de exposição dos bolos numa verdadeira galeria de arte”.

Confirmada as participações da Márcia Acácio, finalista do programa ‘Batalha dos Confeiteiros Brasil’; Pedro Saulo, professor da Eduk e presidente do Brasil Cake Show: Congresso Internacional de Confeitaria Artística; e Filipe Lyra, cerimonialista com ênfase nas festas.

5ad9ae8992625c6692c4412264552e84_L

“Para 2017, a ideia é trazermos ainda mais novidades para nosso Estado, uma vez que percebemos o quanto nossos profissionais necessitam de capacitação e acesso ao conhecimento específico na confeitaria”, diz Lis.

lis rosa maria nunes credito EDILSON OMENA

Foto: Edilson Omena/ Reprodução

Sua mãe, a incrível Rosa Maria Nunes, foi 1 das 1ªs e melhores confeiteiras caetés, seus bolos, maravilhosos e lindos. Mas vinha enfrentando os desafios da vida e partiu ontem. Larissa & Lis seguem honrando o talento herdado. Daqui, minha homenagem!!!

Tags:, ,

>Link  

Senhora das Artes Populares
   Felipe  Camelo  │     27 de outubro de 2016   │     11:00  │  0

Hoje é aniversário de Tânia de Maya Pedrosa e não podíamos deixar de homenagear essa grande artista alagoana.

tania de maya pedrosa

Sua vida cultural sempre foi intensa. Formada em Direto, mas com diversos cursos na área da linguística e, claro, nas artes. Dedicada à pesquisa, é 1 das maiores colecionadoras de arte, possuindo 1 dos acervos particulares + representativos da arte popular do norte-nordeste.

Premiada pintora caeté, com exposições mundo afora, Tânia de Maya Pedrosa é sem dúvida a maior incentivadora da produção cultural popular de Alagoas. Editou 2 livros, Arte Alagoas I e II, onde ‘fala’ sobre nossa rica cultura, e também já escreve artigos.

tania com as imagens foto

Foto: Lula Nogueira/ Reprodução

Tânia é considerada 1 pintora ‘naïf’ (‘ingênuo’ em francês), que significa 1 pintura colorida e cheio de referências da infância e da cultura popular. Suas obras são conhecidas internacionalmente, já expôs, além do Brasil, na Espanha, Suíça, e teve 6 quadros em cartaz no Museu de Belas Artes da França.

tania-imagem-4

Em 2014, recebeu “Menção Especial” na 12ª edição da importante bienal “Naïfs do Brasil”, e essa não foi a única. Em 1998, recebeu o prêmio de melhor obra com ‘Casa do Imaginário’, sendo capa do catálogo oficial e recebendo 2 placas de mesura.

tania imagem 3 (800x508)

Claro que nem todos tem a chance de conhecer o acervo pessoal de Tânia, que lota todos os cômodos de seu apartamento de 2 andares, mas tem a oportunidade de visitar parte de sua enorme e rica coleção no Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, no comecinho da Sá e Albuquerque, bem perto da entrada do Porto, em Jaraguá. A exposição “A Invenção da Terra” é fixa e está aberta desde 2013.

Suas obras atravessam o mundo, mostrando a cultura popular brasileira, e que continuem assim!!!

Para saber + sobre esta alagoana arretada, https://www.facebook.com/tania.demayapedrosa?fref=ts

Tags:, ,

>Link  

Nas Urnas, Sobrevivência Familiar
   Felipe  Camelo  │     3 de outubro de 2016   │     13:30  │  0

As eleições municipais para prefeito e vereador movimentaram a cidade ontem e deixou muita gente surpresa.

O candidato a vereador Anivaldo Luiz da Silva, + conhecido por Lobão, foi eleito com 24,969 votos, o + votado. Sua candidatura desde o começo foi alvo de piadas, principalmente por ter produzido filmes eróticos.

Foto: Jonathan Lins/G1/Reprodução

Pra quem não sabe, os vereadores representam o povo, podem e devem legislar sobre assuntos de interesse local e geral, através de projetos de Lei, de Decretos Legislativos, de Resoluções e emendas. Também são responsáveis por leis que tratam sobre sistema tributário, serviços públicos, isenções e anistias fiscais… são ligações diretas entre o povo e o poder executivo.

No total, foram eleitos 21 vereadores, sendo 13 reeleitos e 8 novos. E pra prefeito? 2º turno! A disputa ficou entre Rui Palmeira e Cícero Almeida.

1475512101119164

Foto: Carolina Sanches/G1/Reprodução

Fato interessante que notamos foi a herança política que ocorre no país, e em Alagoas também, claro. Parece que a época da capitania hereditária ainda não passou. Há inúmeras famílias que, praticamente, comandam o país! E muitas literalmente vivem da vida pública.

A tradição de passar o ‘controle’ do Estado ou região vem se perpetuando no Brasil. 2º pesquisa da Universidade de Brasília, no início deste ano, “49% dos deputados federais eleitos em 2014 tinham pais, avôs, mães, primos, irmãos ou cônjuges com atuação política”.

Em Alagoas, a cena parece cada X pior. Cerca de 70% dos parlamentares eleitos em 2014 são herdeiros ou precursores de ‘linhagem político-familiar’. E isso, só vem a confirmar os dados obtidos pela Universidade de Brasília, inclusive há famílias que detêm o poder político do estado por cerca de 3 gerações. Confesso que acho 1 absurdo. Os ‘velhos caciques’ já vem criando e educando filhos e netos pra ocupar cargos na vida pública.

Acredito que seja a hora para acabar com essa ‘capitania hereditária’ que existe tão forte no Brasil afora. O problema? Muitos preferem fechar os olhos e tapar os ouvidos para esse assunto!!!

Ah! Confira a lista de vereadores eleitos:

Lobão (PR): 24.969 votos
Tereza Nelma (PSDB): 14.991
Dudu Ronalsa (PSDB): 11.623
Chico Holanda Filho (PP): 10.845
Davi Davino (PP): 10.746
Kelmann (PSDB): 9.266
Zé Marcio Júnior (PSDB): 8.914
Eduardo Canuto (PSDB): 8.651
Ib Breda (PR): 8.382
Dr. Ronaldo Luz (PMDB): 8.216
Aparecida Do Luiz Pedro (DEM): 8.096
Fatima Santiago (PP): 7.459
Silvanio Barbosa (PMDB): 7.160
Silvio Camelo (PV): 6.951
Silvania Barbosa (PRB): 6.870
Francisco Sales (PPL): 6.857
Antonio Holanda (PMDB): 6.728
Galba Novais (PMDB): 6.648
Samyr Malta (PSDC): 4.690
Siderlane Mendonça (PEN): 4.119
Luciano Marinho (PTN): 3.663

Tags:, ,

>Link