Category Archives: Factual

Escreveu, inclusive, incrível História de Vida
   Felipe  Camelo  │     21 de junho de 2018   │     17:13  │  0

Pedimos desculpas aos leitores, mas esta postagem não terá as gracinhas e firulas de costume, e nem poderia. O texto de hoje tem 1 gosto de luto, do qual não teríamos, nem a cara, nem a coragem, de lutar contra.

Ontem, 4ª-feira, 20 de junho, faleceu 1 dos maiores nomes do jornalismo alagoano, brasileiro e mundial. José Marques de Melo nos deixou aos 75 anos de idade, em sua casa em São Paulo. O jornalista, pesquisador, professor e escritor combatia o Mal de Parkinson há anos. Havia feito exames dias antes, quando não foi encontrado nenhum problema aparente. Ainda assim, se foi de forma inesperada, vítima de 1 ataque fulminante, logo após o almoço. O homem que mudou o panorama da comunicação brasileira como a conhecemos, se foi assim, como se não fosse nada, sem aviso, sem prévia, sem choro e nem vela.

Isso, + do que nos sensibilizar como jornalistas, pela perda de alguém que tanto contribuiu com a ciência comunicacional brasileira, também nos faz pensar de forma geral sobre a vida e a morte. Porque pra morrer, basta estar vivo. E se tem 1 coisa que a morte sabe fazer é ser eficiente. 1 dia ela visitará a todos, sem distinção de credo, raça, classe social, trajetória… Só o que podemos dizer é que Marques de Melo viveu muito e, olha, escreveu incrível história de vida.

Foto: Portal Intercom – Reprodução

Nascido em 1943, em Palmeira dos Índios, morou por 1 bom tempo em Santana do Ipanema, até resolver se mudar durante a adolescência pra dar continuidade aos estudos. Primeiro foi pra Maceió, depois pra Recife, onde se formou em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco e em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidade Federal de Pernambuco. Neste meio tempo, trabalhou em jornais de Maceió e do interior de Alagoas, antes de se mudar pra São Paulo. Também chegou a “emprestar” sua escrita pra publicações em Pernambuco, São Paulo, Brasília, Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro.

Em 1966, iniciou sua carreira acadêmica no Instituto de Ciências da Informação da Universidade Católica de Pernambuco, e já em 67, fundou o Centro de Pesquisas da Comunicação Social, em São Paulo e foi docente-fundador da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo. Lá, se tornou doutor em Ciências da Comunicação, livre-docente e professor catedrático de jornalismo.

Foto: Reprodução

Como militante dos direitos de liberdade de expressão junto a Associação Brasileira de Imprensa, José Marques de Melo foi perseguido durante a Ditadura Militar, status que manteve até 2015, quando finalmente recebeu anistia do Governo Brasileiro, além de 1 formal pedido de desculpas do Estado.

Ao todo, escreveu 38 obras, sem contar as dezenas de coletâneas que coordenou, e a + de 1 centena de artigos e periódicos publicados. A importância do jornalista foi tanta que, ainda em vida, pôde ver seu nome batizando o Prêmio de Jornalismo Científico José Marques de Melo, numa parceria do Governo do Estado com o Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Alagoas.

Enfim, não se pode medir o valor de 1 vida, nem o quanto se deve lamentar 1 morte. No caso desta última o que se pode fazer é contestá-la. Pois afinal, se pensarmos bem, José Marques de Melo não morreu, mas se tornou imortal, em sua obra, sua ciência… O melhor que podemos fazer, muito além de chorar por esta tal de morte, é comemorar por tanta vida, e o que ele deixou de contribuição pr’a nossa.

 

*A maior parte das informações foram retiradas de matéria da gazetaweb.com

Vale acesso: http://gazetaweb.globo.com/portal/noticia/2018/06/aos-75-anos-morre-o-professor-e-pesquisador-alagoano-jose-marques-de-melo-_56676.php

Tags:

>Link  

Verde e Amarelo ou Xadrez?
   Felipe  Camelo  │     20 de junho de 2018   │     17:15  │  0

Com esta tal de Copa do Mundo aí dando as caras, e roubando toda a atenção da mídia e do público em geral, parece até que todos esqueceram da comemoração tipicamente nordestina que todo ano bota o Brasil pra dançar em junho. É claro que estamos falando do São João!

Apesar de tudo, se você acha que a grande festa comemorativa em homenagem ao santo protetor dos doentes foi esquecida, está completamente enganado. Pelo menos em Maceió, isso está longe de acontecer.

Na verdade, por aqui, as festas juninas estão só começando, + precisamente às 8 da noite de amanhã, em Fernão Velho, na Praça São José. Atrações? Xameguinho, Cavaleiros do Forró e Ana Lobo.

Foto: Pei Fon Secom/Maceió – Reprodução

Mas o grande diferencial será a volta do Trem do Forró, que dará partida na Estação Central de Maceió em 2 horários distintos amanhã mesmo. Os convidados poderão escolher entre as viagens das 7 e meia e das 9 da noite com destino a, vejam só vocês, Fernão Velho. Pra ninguém ficar de fora da festa.

É claro que o caminho até lá já vai ser repleto de muito forró e animação. Serão 300 pessoas a bordo da farra móvel, com retorno programado pr’a 1 hora. Por sorte, na manhã seguinte tem jogo do Brasil contra a Costa Rica, e muita gente tem folga. Ou seja, dá pra se divertir bastante, sem hora pra voltar.

Foto: Pei Fon Secom/Maceió – Reprodução

Se a seleção brasileira sair vitoriosa, é + 1 motivo pra celebrar, e se não, a gente pode tirar essa inhaca de Copa do Mundo já na 6ª-feira, porque é quando começam os movimentos no tradicional bairro do Jaraguá.

Serão 3 palcos instalados no famoso estacionamento do histórico bairro, e nas Praças Dois Leões e Marcílio Dias. Marília Mendonça, Gusttavo Lima e Léo Magalhães são algumas das atrações na programação do “São João de Maceió é Praia, Festa e Forró”, que se encerra no próximo dia 30.

Então vamos combinar, pra ninguém ficar triste. Até o final de junho, a bola vai na cabeça, e a seresta nos pés!!!

Tags:,

>Link  

Pra Ler Salivando
   Felipe  Camelo  │     19 de junho de 2018   │     16:26  │  0

Semana após semana somos instigados a falar sobre a culinária alagoana. Não só por conta da imensa qualidade e variedade, tanto de ingredientes quanto de chefs, que ela apresenta (como sempre ressaltamos aqui neste blog), mas também porque seus representantes simplesmente não param!!!

É só dar 1 olhada na quantidade de matérias sobre gastronomia que postamos este ano, lhe garantimos que não foram poucas. E só pra variar, vamos quebrar 1 pouco o ritmo de Copa pra falar, vejam só vocês, sobre as delícias destas terras caetés. Ok, talvez não diretamente, mas você já vai entender.

O negócio é que a queridíssima  jornalista Nide Lins lançará seu + novo livro ‘Receitas das Alagoas – Delícias de Chefs, de Botecos, de Rua e Tradições’, às 6 da tarde da próxima 2ª-feira, dia 25, no Museu Palácio Floriano Peixoto. Na leitura, receitas inteiramente alagoanas, desde os ingredientes aos criadores.

Foto: Acervo Pessoal – Reprodução

Como o nome já diz, o conteúdo não se resume apenas a pratos rebuscados de restaurantes chiques. Foca principalmente em comida popular, feita por gente que aprendeu bem + que a conhecida “gourmet”, sem esquecer das origens nordestinas. Aliás, se tem 1 coisa da qual Nide corre é esta expressão peculiar.

“Se tiver o nome ‘gourmet’ pulo fora”, disse, “meu critério é comida boa, ingredientes alagoanos, criatividade e sabor”. 2º ela, depois do lançamento do seu “Guia da Gastronomia Popular Alagoana” em 2015, sempre teve vontade de fazer 1 livro sobre receitas de botecos. À pedido da Editora Graciliano Ramos, ela resolveu juntar ao conjunto da obra “chefs, ruas e tradições”.

Se em seu livro anterior a jornalista apresentava aos leitores indicações dos bares e restaurantes que melhor representam a culinária alagoana, neste, toda a atenção foi dada às receitas. Ao todo são 57, criadas pelos + variados cozinheiros, das + variadas vertentes gastronômicas.

Nide Lins e André Generoso, que terá no livro sua receita de “cordeiro mamão com purê de fava e farofa de bolacha de Maragogi”, além de 1 incrível receita de sua saudosa e inesquecível bem amada Cláudia Mortmer, “cebiche de camurim”. Foto: FC

“Convidei todos. Claro, todos que estão no meu livro já passaram pelo meu crivo. Alguns pedi para criar [as receitas], outros, como a Gil [do Bar da Gil], pedi a receita da língua ao molho de tomate, e assim o livro foi ao forno. A única exigência é usar ingredientes das Alagoas, como pescados, coentro, coco, cominho, e por aí vai… E tem muita gente nova pouco conhecida do grande público que literalmente, coloca a cozinha pelo avesso”, completou Nide Lins.

 

Então se você ama boa comida, e ama Alagoas, ou melhor ainda, ama os 2 juntos, e quer aprender 1 pouco + sobre o que de melhor é feito na culinária local… Fica a dica! Vale leitura!!!

Tags:, ,

>Link  

Futebol, além das Chuteiras
   Felipe  Camelo  │     18 de junho de 2018   │     16:51  │  0

É impressionante como o espírito futebolístico pode ser contagiante, ainda + em Copa do Mundo.

Países que geralmente não possuem praticamente nenhuma atenção internacional, não fazem parte das super-potências, não aparecem muito na mídia. Por 90 minutos, estas nações tem a chance de competir de igual pra igual com times estrelares, formados por gigantes do futebol europeu. Tá bom que talvez a gente já não esteja assim tão empolgados, ainda + ontem, depois do insosso jogo do Brasil contra a Suíça. No mínimo desanimador. Mas é inegável o potencial integrador e de intercâmbio cultural do Mundial da Fifa.

Foto: Reprodução

Quem imaginaria a poderosa detentora do título de campeã mundial Alemanha sendo sobrepujada por 1 surpreendente México? Ou melhor ainda. Você colocaria a mão no fogo pela seleção da Islândia? Pois o time da pequena ilha do Atlântico Norte, formado por taxistas e ajudantes de padaria, conseguiu fazer os hermanos da Argentina tremerem na base. Com direito ao cineasta Hannes Halldórsson, que por acaso também é goleiro nas horas vagas, defendendo Pênalti batido por ninguém + ninguém – que Lionel Messi. Resultado: impensáveis 1 x 1. Ninguém mandou chegar na Rússia no avião “zicado” emprestado pelo Mick Jagger, não é mesmo?

Foto: Reprodução

Isso é futebol. Isso é Copa do Mundo. As surpresas estão no pacote. O contágio é imprescindível, e o remédio, só em 15 de julho, com o encerramento. Por estas e outras a excitação atinge bem + que apenas os fãs do esporte. Campanhas publicitárias, filmes, músicas, movimentos artísticos… Tudo acaba pegando carona no Campeonato Mundial da modalidade esportiva + popular do mundo. E se tratando de Brasil então…

Aqui em Maceió, por exemplo. Teremos às 8 horas da noite de hoje a abertura da exposição “Futebol e Arte”, no Memorial à República, em Jaraguá. Em cena, obras de 30 artistas visuais alagoanos com o intuito de conectar o grande público do esporte com a arte. A eles foram dadas bolas de futebol, as quais usaram como plataforma pra execução de seus trabalhos artísticos.

Foto: Reprodução

A mostra é 1 iniciativa da Secretaria de Estado da Cultura e tem Fredy Correia como curador, que reuniu Adailton Silva, Adriana Jardim, Alex Barbosa, Alexa Dias, Ana Cecilia Cahu, Ana Maia, Camila Gois, Chico Viveiros, Cícera Dias, Coco Ferrez, Dalton Costa, Gicelia Sampaio, Juarez Orestes, Marcos Flores, Marcus Plech, Maria Amélia, Maria João, Orlando Santos, Pedro Lucena, Persivaldo Figueroa, Rosa Piatti, Salles, Simone Freitas, Suel Cordeiro, Tania Pedrosa, Violeta Plech, Yara Barbosa, Zita Soares… Pelas minhas contas aqui somam 28, mas 2º ‘release’ são 30 os expositores. Quem sou eu pra discordar?!!?!?

De toda forma, apenas 1 indicativo de como a Copa do Mundo não se resume só a… Copa.

Tags:,

>Link  

Na Telinha ou na Telona??!!!?!???
   Felipe  Camelo  │     15 de junho de 2018   │     16:10  │  0

Nós até gostaríamos de falar sobre outra coisa, mas estamos em junho e, de 4 em 4 anos, é neste mês que acontece a Copa do Mundo de Futebol, como é o caso deste 2018. Nem precisamos dizer o quanto o espírito brasileiro nos compele a discutir sobre o assunto. Tá no DNA!!!

Pra quem esteve morando numa caverna nos últimos dias, é bom saber que o Campeonato da FIFA, desta vez sediado na Rússia, começou ontem com o time da casa jogando contra a pouco tradicional Arábia Saudita, lá em Moscou. Não deu outra, show de bola do time russo em cima dos árabes. No final: Rússia 5 X 0 Arábia Saudita.

Foto: Reprodução

Ainda nos destaques, quem não deu goleada mas roubou a cena foi o cantor convidado pr’a abertura, Robbie Williams, que tem o nome parecido com o do falecido ator, mas obviamente não é ele. Com certeza, e infelizmente, a imagem do músico “dando dedo” pras câmeras em sua apresentação já é figurinha carimbada nos apêndices desta Copa 2018.

Falando nisso, deselegância deve fazer o estilo dele. É a única explicação pra estar usando aquele horroroso terno vermelho com estampa ‘animal print’.

Foto: Reprodução

Enquanto editamos esta postagem, Portugal acaba de entrar em campo contra a Espanha, saindo em vantagem com 1 gol no início do 1º tempo. Pênalti cavado, batido e comemorado por Cristiano Ronaldo. Faz parte da emoção do futebol, a imprevisibilidade, esta vontade de torcer independente da nacionalidade, e no meio de jogos mornos como foram os de hoje + cedo, este é quase 1 acalento pr’aqueles que acompanham o mundial, sendo o 1º clássico da Copa de muitos que ainda virão.

Parece redundante, mas clássico é clássico, e merece ser assistido na melhor tela possível, com as melhores companhias, se possível também com os melhores aperitivos… ainda + se for jogo do Brasil!!! Por isso é normal, à medida que se aproximam as partidas da nossa seleção, que a gente fique nessa dúvida de onde iremos assisti-las. À propósito, você já pensou em fazer isso no shopping?

Aos maceioenses que se interessarem, os 2 shoppings da parte baixa da capital terão programação especial. Ambos exibirão todos os jogos do mundial em telões posicionados nas praças de alimentação, com atenção extra pra seleção brasileira, é claro, que terá partidas exibidas também na parte da manhã.

Pra ninguém ficar de fora os funcionários também terão oportunidade de participar da festa e assistir o  alagoano Firmino goleando os gringos, por isso todas as lojas fecharão 30 minutos antes dos jogos e reabrirão 30 minutos depois, com exceção das comedorias e dos cinemas. Ah! Inclusive, pra quem não se contenta com telas de 3 metros, também tem a opção de ver o time canarinho nos cinemas. Tanto o Cinesystem quanto o Kinoplex terão sessões exclusivas pr’os jogos de Neymar e cia, com ingressos já em pré-venda.

1 boa opção pra ver a Copa com a família, num lugar aconchegante, com boa comida e, principalmente, boa torcida. No momento, enquanto terminamos esta matéria, o jogo entre Portugal e Espanha está no intervalo, com os portugueses agora ganhando por 2 X 1. Muito ansioso pelo 2º tempo! Isto é Copa do Mundo!!!

Tags:

>Link