Unindo o Útil e o Agradável
   Felipe  Camelo  │     27 de agosto de 2018   │     10:00  │  0

É impossível saber quando surgiu aparato tão útil quanto a bolsa.

Isso é óbvio. Mas há indícios de que advém da Idade da Pedra, e é até bem lógico – com a descoberta de que poderiam usar a carcaça dos animais pra se aquecer, e a necessidade de arrumar 1 jeito melhor do que usar as próprias mãos pra colher frutos, 1 + 1 = 2, e ‘voilá’, o couro dos bichos era usado de modo prático no dia-a-dia.

É até 1 instinto natural, como seres pensantes, esta necessidade de inventar acessórios que possam expandir nossas capacidades corporais. O carro, pra nos locomovermos + rápido; a escada, pra alcançarmos alturas maiores; o avião, pra voarmos… a bolsa, pra guardarmos o que der na telha!!!

Quer 1 prova dessa tese? Os cangurus possuem bolsas naturais pra carregarem seus filhotes. Só isso.

É claro que com o tempo estes itens valiosos do nosso cotidiano evoluíram, viraram mochilas, malas de viagem, e ganharam outra função importante, a estética. E aí lhes apresento outra necessidade inerente ao ser humano: ficar bonito!!! E olha que tem gente que leva isso muito a sério.

Por isso, com o sucesso da nossa postagem fazendo 1 retrospectiva de estilos maceioenses, aqui, não fazemos diferente, mas agora focamos nas tão faladas bolsas.

Será que dessa vez você dá as caras por aqui? Veja para crer!!!

Tags:,

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *