“Liberdade”, em Paris, New York, Maceió
   Felipe  Camelo  │     4 de dezembro de 2017   │     12:27  │  3

“Liberté” em Paris, “Liberty” em New York, “Liberdade” em Maceió

E as estátuas de Maceió nunca estiveram tão ‘em alta’, sob olhares e holofotes, desde que 1 Sereia chegou a Pajuçara, monumento de arte popular marcando os 200 anos de Alagoas. Assinada por Mestre Zezinho, de Arapiraca e de “reconhecimento internacional”, surgiu  dividindo opiniões. Algumas negativas e muitas positivas. Nem Mestre Aurélio, Graciliano ou Paulo Gracindo provocaram tantas reações.

A fama da nova sereia repercutiu na “velha”, e as atenções também se voltaram pra afastada do centro, a Sereia do Pratagy, cuja cauda foi quebrada há muito tempo e até então, ninguém havia se moblizado pra restaurar. Já há, inclusive, movimento de formadores de opinião nas redes sociais. Acho que agora a ‘coitada’ consegue se recuperar.

Outra que também amargava ostracismo, já que entrou no esquecimento, foi a Estátua da Liberdade. Depois de ter ficado na praça do Centenário, no Centro, foi removida pra praça  Manoel Duarte, na Pajuçara  de onde foi levada e colocada nos fundos do Museu da Imagem e do Som, em Jaraguá.

O que pouca gente sabe é que ela foi feita na mesma fundição de 1 dos símbolos de Nova Iorque. Só existem 3 no mundo, a maior delas, na metrópole americana. Outra, bem perto da Torre Eiffel , em Paris, e a + baixinha de todas, aqui em Maceió.

Fotos: FC

E qual foi o espanto geral quando nossa “Liberdade” apareceu toda pintada de verde, tom parecido com o denominado ‘Verde Maragogi”. E muitas reações, a grande maioria, contra. Deixa que o produto era 1 proteção ao seu bronze, mas ninguém sabia.

E na manhã desta 2ª feira, lá estava ela, devidamente recuperada, com apoio de Luiz Antônio Jardim, também parceiro desta Organização Arnon de Mello.

Vamos aguardar agora, cenas dos próximos capítulos de “Estátuas de Maceió”…

Tags:, ,

>Link  

COMENTÁRIOS
3

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Nelson

    A cor original da estátua da Liberdade é verde ! O verde daqui tinha ficado muito forte, era pra ser mais claro, mas mesmo assim era bem melhor que essa cor de grafite. Com a exposição da estátua ao ar livre, logo aquele verde clareava e ela ficaria com a cor correta. Mas aqui é a lugar da contra mão.
    Outra coisa, essa estátua era pra sair de onde está e ir para um ponto da Cidade que ficasse mais seguro para ser melhor apreciada. Ali onde está se vc parar o carro para fotografar ou filmar, é bem provável que vc seja decapitado, o Estado Islâmico ainda habita por ali.

    Reply
  2. Júnior

    A reportagem só errou quando falou que a sereia teve algumas críticas , e muitos a favor , na verdade foram a maioria criticas e raros a favor.

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *