“Nunca Serei Cinza”. Nenhum de Nós…
   Felipe  Camelo  │     31 de maio de 2017   │     12:05  │  0

Paulista por nascimento e paraibano por opção, Guto Holanda abre sua exposição “Nunca Serei Cinza” às 8 da noite do próximo dia 6, na Pinacoteca Universitária da Ufal, questionando: “Será que as pessoas estão se tornando cinza, assim como o concreto e o asfalto que impermeabilizam as cidades?”.

Fotos: Reprodução

Autodidata, começou a produzir em 2008. Migrou entre o expressionismo, hiper-realismo, florais e paisagens, até que criou sua própria estética e poética. Através dos questionamentos do cotidiano, em ambiente urbano, as emoções que afloram, a mostra “Nunca Serei Cinza” traz as “Cores que faltam na convivência entre os indivíduos”.

“Resolvi me reinventar e criar algo mais pessoal, trazendo as minhas vivências, pintando com mais emoção, deixando um pouco de lado a estética ligada à perfeição das formas, como o hiper-realismo”, 2º Guto.

Na produção das suas obras, faz uso de telas e reutiliza materiais encontrados em casas abandonadas e pelas ruas de João Pessoa. “Busco fazer com que a minha obra possa dialogar comigo enquanto crio, exponho e enquanto o trabalho atinge o público”, diz.

Vale conferir, observando que segue em cartaz até o dia 21 de julho.

Tags:, ,

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *