Dignidade, Respeito, Direitos Iguais
   Felipe  Camelo  │     25 de maio de 2017   │     13:35  │  0

Tanto aqui no blog, como na coluna, este assunto sempre tem espaço.

“Apesar dos significativos avanços contra o preconceito e violência física e moral às lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais ainda fazem parte da nossa realidade. Porém, a crescente participação da sociedade civil em fóruns de discussão e organizações não governamentais e a execução de políticas públicas voltadas para a defesa e maior representatividade da população LGBT vem, aos poucos, mudando esse quadro.

Foto: Reprodução

Essas conquistas só são possíveis, graças às lutas de massas de ONGs que lutam em prol de direitos iguais. Foi pensando no fortalecimento dessa bandeira de luta por igualdade de direitos, que a Central LGBT de Alagoas, ASTTAL, GGM e outras instituições sairão às ruas no próximo 28 de maio, a partir das 15h, para lutar contra a homolésbotransfobia. O evento terá como ponto de concentração a Sete Coqueiros, e seguirá até a praça Multieventos, na orla de Pajuçara, e lá encerrando com apresentações culturais.

Registro da 4ª Marcha LGBT de Alagoas. Foto: Derek Gustavo/Reprodução

Ainda na ocasião haverá a participação da banda Kuarto de Barão, dos DJs John, Jean Pierre e Marcos Salles, que se revezarão entre o trio e o palco, além de manifestações culturais com os Grupos de afoxé Ofa Omin, Afro Afoxé, Maracatu Raízes da Tradição e o grupo teatral Tembar. Também será realizada pela militância uma intervenção de prevenção. Os responsáveis, no momento, estarão fazendo a entrega de preservativo, gel lubrificante e material informativo. Além da intervenção acontecerá um ato púbico, que terá como objetivo repudiar os crimes de homolésbotransfobia por todo o país”.

Aqui, na íntegra, release de Júlya Rocha, estagiária de Comunicação da Secretaria do Estado da Cultura.

Tags:,

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *