Todo Cuidado é Pouco
   Felipe  Camelo  │     16 de janeiro de 2017   │     13:15  │  0

O verão chegou! Tempo de férias, de tranquilidade, de alta temporada nas praias… E também cuidados, que devem se tornar rotina. Além do sol forte, alguns fatores podem modificar o seu comportamento de vida.

ascom_ima_20170103_2026978480

Fotos: Ascom/IMA/Reprodução

Quando for a praia, sempre procure as que estão dentro das condições de balneabilidade. Recentemente, o Laboratório de Estudos Ambientais do Instituto do Meio Ambiente apresentou a classificação de 63 trechos de praias, resultado de 1 ano de análises. 2º o texto de Clarice Maia, “A classificação final dos 63 pontos analisados ficou definida em: 9 péssimos, 7 ruins, 8 regulares e 39 bons. Nenhuma praia foi definida como excelente”.

ascom_ima_20170103_1498377726

O Litoral Sul apresenta 18 trechos classificados como bons, a maior quantidade do estado. Enquanto 3 apareceram como péssimos, rio Niquim, na Barra de São Miguel, e rio São Francisco, em Piaçabuçu.

No Litoral Norte, 13 pontos bons, 3 regulares (em Paripueira e Maragogi), 3 ruins (no Rio Tatuamunha), e outros 3 péssimos, também em Maragogi, onde há a maior quantidade de praias péssimas, ruins e regulares. Em Maceió, 8 trechos foram classificados como bons, 4 regulares (no Pontal da Barra, Pajuçara e Jacarecica), 5 ruins (na Ponta Verde, Cruz das Almas e Pratagy) e 3 péssimos, (na Avenida e Jatiúca).

ascom_ima_20170103_1467343786

Ah! E nada de usar perfume pra ir a praia, os dermatologistas não recomendam. Podem conter substâncias sensíveis à luz que, assim como o limão, pode causar manchas e até mesmo queimaduras na pele quando em contato com o sol.

ascom_ima_20170103_1554482851

Mas os cuidados no verão não devem ser tomados só quando for a praia, há também outras preocupações. Moramos num país tropical, o que significa altas temperaturas e muita chuva. Com isso, surgem pragas urbanas, como, baratas, ratos, mosquitos, formigas… tornando esses ambientes + insalubres e suscetíveis a doenças, como leptospirose, dengue, chikungunya e alergias. Então, todo cuidado é pouco. Não deixem alimentos expostos, mantenha o ambiente limpo, vede as frestas, sempre observe sua casa. Melhor prevenir que remediar!!!

Tags:,

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *