Alagoanos no Varal
   Felipe  Camelo  │     15 de dezembro de 2016   │     13:37  │  0

Desde 2009, Papel no Varal levando poesia, conquistando novos públicos. Numa corda de sisal, 100 poemas de autores, de todos os tempos e de todos os cantos, são dispostos para que as pessoas escolham e leiam. Mas com 2 regras: ‘não trazer de casa, nem ler o próprio poema’.

15192758_585612084981905_3410840165092271431_n

Fotos: Reprodução

Às 8 da noite de hoje, depois de 1 semestre levando poesia às escolas estaduais, o projeto volta ao Rex Jazz Bar. O Instituto Lumeeiro traz homenagens a Alagoas em forma de versos e realiza o Papel no Varal: poetas alagoanos. A atração da noite? Cia Hip-Hop, que promete muita animação.

DSC_0374-750x500

“A terra do coco de roda, do sururu e dos mestres guerreiros é, também, mãe de poetas que despertam encanto através de palavras. No palco, a alegria contagiante de Ricardo Cabús comanda as declamações. No sisal, a igualdade, liberdade e fraternidade – acolhidas da bandeira francesa através do encarnado, do branco e do azul – são trazidas à tona em rimas e versos daqueles que nasceram rodeados por águas de lagoas e lagunas ou que escolheram as Alagoas para fincar raízes. Nomes como Jorge Cooper, Anilda Leão e Jorge de Lima fazem parte da curadoria do varal, e palavras como as de Lêdo Ivo, em ‘A passagem’, e buscam despertar os mais diversos sentimentos”, 2º release.

+ sobre as outras edições? http://felipecamelo.blogsdagazetaweb.com/2016/04/24/poesia-alem-do-varal/http://felipecamelo.blogsdagazetaweb.com/2015/10/20/poesia-alimento-da-alma/

Tags:,

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *