Lazer, Glamour e Baderna
   Felipe  Camelo  │     6 de agosto de 2016   │     10:00  │  0

Antes o que era diversão, se tornou medo. Há algumas semanas têm ocorrido, com frequência, casos de desordem pública na Avenida Silvio Vianna, área que é destinada ao lazer, + conhecida como Rua Fechada, localizada na Ponta Verde.

A rua, que era fechada aos domingos entre 8 da manhã e 6 da tarde, agora teve horário reduzido por causa da insegurança gerada. Ultimamente foram registrados cenas de violência, brigas de gangues, uso de drogas, arrastões e namoros explícitos, 2º frequentadores, moradores e empresários da região.

23f7de22-57a1-4d6b-a1b2-73a67f1ad4cc

Fotos: Reprodução

A situação já preocupa o setor turístico. Por causa desses incidentes, alguns turistas têm desistido de visitar a cidade, o clima de desorganização já é comentado fora do estado e traz notícias desanimadoras. Sabemos que quando o turismo é fonte de emprego e renda pra muitos, diretamente e indiretamente. Maceió é confirmada “A Mais Linda Orla do Atlântico na América do Sul”, e precisamos preservá-la!

f777975b-1ab1-49d7-b7e6-21723f5f0896

No domingo, 24, câmeras de segurança de bar da região registrou 1 grupo invadindo o local e deixando não só os clientes, como os funcionários, em pânico. Como pode ser visto nessa matéria http://goo.gl/ZsWt2I

caa328c3-1858-4a2b-b680-9c978d61040d

2º depoimento empresário à  TV Gazeta, “Está acontecendo 1 briga, como se fosse uma briga de gangue. Eles não estavam jogando pedrinhas, e sim tijolos. Eram + ou – 50 pessoas de cada lado, ou +.  Não só na calçada, mas em torno da barraca. Eles invadiram a barraca e quebraram mesas em cima de turistas e clientes”.

b99db9eb-d775-42f5-8f27-cde5c9616c03

Sobre o ‘paredão de som’ que tirou o sossego na área, a SMCCU informou em nota que “A Secretaria Municipal de Controle do Convívio Urbano esclarece que em momento algum autorizou a entrada de um paredão de som, no domingo, 31, no espaço destinado ao lazer de famílias, na Rua Fechada, na Pajuçara. Na verdade, a autorização apresentada e que vem sendo divulgada é destinada única e exclusivamente para um evento que ainda vai acontecer, no dia 30 de agosto relativo a uma apresentação cultural, evento este solicitado por uma escola estadual, através de sua diretora, e que não tem a ver com a baderna registrada no último domingo. A SMCCU está apurando se houve má fé da pessoa que solicitou a autorização para um fim, que seria uma apresentação de dança no final do mês de agosto, e a usou de maneira irregular para levar um paredão de som para o espaço da Rua Fechada. Caso fique constatada a irregularidade, a autorização será suspensa. A SMCCU reitera que está alinhada com todas as instituições que trabalham pelo ordenamento das áreas públicas e pelo bem-estar da população de Maceió”.

854a6da5-3072-4373-a0a0-396baab72096

Esperamos que o caso seja resolvido e as providências sejam tomadas com urgência!!

O problema não se restringe ao bairro da Ponta Verde. Perto da Capitania dos Portos e em outros pontos da cidade, a mesma triste cena.

9W8A3831 9W8A3848 9W8A3857 9W8A5700 9W8A8205

Ressaltamos que o problema não será só resolvido se as pessoas forem relocadas para outras áreas da cidade. É preciso que haja consciência de que essas pessoas não estão ali voluntariamente, porque querem, e sim porque não tem oportunidades, emprego, moradia… É necessário que as autoridades responsáveis busquem soluções.

+ informações e detalhes http://goo.gl/eB87rs

b63a2ffe-b315-45da-9b48-0bac84d47c86

bf280cf4-df78-463c-b81e-e8da2b37bfca 253450af-5b51-4bcd-9f33-c8f5cdcbb963 28407a6c-6c97-4fbd-95fc-2ad81b1e56e2 0f444c6b-c080-4e55-99f3-55306a49cb3b 7e353e1b-5675-417c-a80c-0656c935803c 821ea964-90fe-4f93-9fee-108c372b0f29 ba31a4ab-5b04-4818-9506-1e16057c7419 f777975b-1ab1-49d7-b7e6-21723f5f0896

Tags:, , ,

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *