Monthly Archives: agosto 2016

Chamar a Vida pela Arte
   Felipe  Camelo  │     31 de agosto de 2016   │     13:38  │  0

A Associação Chama Vida é 1 organização não governamental voltada para o desenvolvimento e aprimoramento do ser humano, usando a prática de meditações, orações e trabalhos terapêuticos transpessoais. As ações voluntárias são direcionadas à população em situação de risco em comunidades carentes: crianças, gestantes, sem-teto, pacientes terminais.

ONG chama vida

Fotos: Reprodução

A ONG com novo projeto, Chamar a Vida Pela Arte, exposição no Parque Shopping com obras doadas por 26 artistas plásticos alagoanos, também serão vendidas peças como canecas, camisetas e bolsas estampadas com as telas. A arrecadação de fundos vai pr’os trabalhos socioeducativos, culturais e terapêuticos desenvolvidos pela entidade.

chama vida - capa

O lançamento “Café com Arte” acontece amanhã, reunindo os artistas parceiros, associados e voluntários, imprensa e convidados a partir das 5 da tarde no Le Jardin. As obras doadas estarão expostas  e todos poderão conhecer melhor o projeto e as ações da Chama Vida, haverá ainda pocket show de piano com a cantora Madalena Oliveira.

(mais…)

Tags:,

>Link  

A Vida, em Música
   Felipe  Camelo  │     30 de agosto de 2016   │     14:00  │  0

Inspirado pelo mestre Luiz Gonzaga, aprendeu a tocar acordeon, depois empunhava o violão, com influências de Dorival Caymmi e João Gilberto. Suas canções desde cedo retratavam o Brasil, e sua musicalidade tomou formas rítmicas e melódicas muito pessoais.

gilberto-gil

Gilberto Gil iniciou no mundo da música no começo dos anos 50. Em 1963, conheceu 1 dos seus melhores amigos, Caetano Veloso, na Universidade da Bahia. Com ele, inicia parceria e 1 movimento que contempla e internacionaliza a música, o cinema, as artes plásticas, o teatro e toda a arte brasileira, Tropicália, reunindo outros artistas tão talentosos como a dupla.

Tropicalismo-–-o-movimento-que-agitou-o-Brasil-no-final-da-década-de-60

O movimento aconteceu durante a ditadura, sendo ele considerado nocivo à sociedade com seus gestos e criações libertárias, e por isso foi exilado. Ao retornar ao Brasil, Gil deu continuidade a 1 rica produção artística. São ao todo quase 60 discos e + de 4 milhões de cópias vendidas, tendo sido premiado com 9 Grammys.

GilbertoGil - O Musical 1

Por sua incrível trajetória, contribuição na música brasileira e por seus ensinamentos para a sociedade, Gilberto Gil é a trama principal do musical com direção de Gustavo Gasparani.

Sem pretensões biográficas, 1 grande homenagem aos 50 anos de carreira de 1 dos maiores ícones da música brasileira é feita através de sua própria obra, ora falada, ora cantada por 8 atores músicos multi-instrumentistas. “Gilberto Gil, Aquele Abraço – O Musical” lança 1 olhar contemporâneo às canções do artista, que refletem sobre seu tempo, a história da música nacional e do próprio país.

302345

“Ao longo do espetáculo, as letras tantos anos cantadas por Gil mostram, além de poesia, seu lado teatral. São elas que dão o tom dramatúrgico de 11 blocos temáticos que passeiam pela sua origem musical, o movimento tropicalista, a negritude, amor, religiosidade, tecnologia, futurismo, entre outros assuntos que marcam as composições deste ícone da MPB. Em todos eles, ‘vida e morte’ estão inseridas como dupla central e indispensável, tal qual Gil fez em toda sua trajetória”, 2º release.

Gil_4

“Gilberto Gil, Aquele Abraço – O Musical” chega em Maceió, em 2 sessões no Teatro Gustavo Leite, às 8 da noite no próximo dia 10, e às 9 no dia 11.

 

Tags:, ,

>Link  

Projeto Identidade
   Felipe  Camelo  │     27 de agosto de 2016   │     12:11  │  0

Representatividade importa sim, e muito! Quantas mulheres foram e ainda são apontadas por não serem o que a sociedade quer? Quantas mulheres negras aparecem na televisão e filmes apenas com papéis de emprega e nunca de destaque? Quantos homossexuais precisam se esconder, pois não podem se expressar afetivamente em público? Por que mulher tem que ter cabelo liso e ser magra? Por que os bonecos tem que ser todos brancos? Por que os protagonistas de grandes produções não podem ser negros? Por que pessoas que portam algum tipo de deficiência nunca aparecem em grandes papéis nas artes? Cadê a representatividade?

abc_violadavis_le_150205_31x13_1600

Viola Davis, protagonista da sério ‘How to Get Away with Murder’. Foto: Reprodução

Temos que começar a procurar por filmes, séries, livros… com protagonistas de diferentes etnias e cores de pele, sair do padrão com pessoas brancas e de olhos claros. Temos que sair do mundinho perfeito criado há tanto tempo e que não nos representa +. A raça é 1 só, humana!

A indústria do entretenimento, mesmo que ainda seja pouco, começa a procurar diversificar +, são romances homossexuais, protagonistas latinos e negros, enredos sobre bullying, histórias com personagens gordos, deficientes, fora do padrão clássico de beleza, mulheres fortes que não precisam e não querem ficar em casa esperando o príncipe encantado num cavalo branco.

A identificação com 1 personagem pode mudar a sua vida. Parece muito, mas não é. Personagens fictícios que parecem com você contribuem para a sua ‘construção’, é preciso cada vez + de pessoas que nos espelhem a ser como nos quisermos, que nos impulsionem a sermos + do que a sociedade nos impõe.

Whoopi Goldberg. Foto: Reprodução

Para ter noção de que isso não é brincadeira, aqui a fala de 1 das maiores atrizes da história, Whoopi Goldberg, “Bem, eu tinha 9 anos quando ‘Star Trek’ foi ao ar. Eu olhei para a televisão e saí correndo pela casa gritando: ‘Vem aqui, mãe, todo mundo, depressa, vem logo! Tem uma moça negra na televisão e ela não é empregada!’. Naquele exato momento eu soube que podia ser o que eu quisesse”. Representatividade importa d+ !!!

repres10

Equipe do “Projeto Identidade”. Foto: Reprodução

Trago esse assunto a tona para falar de 1 projeto incrível! Sensacional! O nome? “Identidade”, idealizado por Noemia Oliveira e Orlando Caldeira, buscam a reflexão sobre essa ausência de representatividade tem para a formação de 1 sociedade que saiba respeitar e entender a diversidade em que vivemos.

Foram convidados personalidades brasileiras, como Sheron Menezzes, Juliana Alves, Rafael Zulu, Milton Gonçalves, Jorge Aragão, Erika Januza representando diversos personagens conhecidos, entre eles Monalisa, Harry Potter, Rainha Elsa (Frozen), Kill Bill e inclusive o Menino Maluquinho.

Mariana_Nunes_como_Monalisa

Foto: Studio Faya/Reprodução

O “Projeto Identidade” virou exposição e é atração na galeria do Centro Cultural Municipal das Ruínas, em Santa Teresa, no Rio de Janeiro.

Maicon_Rodrigues_Harry_Potter

Foto: Studio Faya/Reprodução

Simplesmente, sensacional!!!

Sheron_Menezzes_Kill_Bill

Foto: Studio Faya/Reprodução

Juliana_Alves_Frozen

Foto: Studio Faya/Reprodução

 

JP_Rufino_-_Menino_Maluquinho

Foto: Studio Faya/Reprodução

studiofaya-131

Foto: Studio Faya/Reprodução

Thiago_Ryan_e_Nayara_Justino-_Homem_aranha_e_Mary_Jane

Foto: Studio Faya/Reprodução

Tags:,

>Link  

Flimar, Além da Literatura
   Felipe  Camelo  │     26 de agosto de 2016   │     11:00  │  0

Como já publicamos, a Festa Literária de Marechal Deodoro já está em sua 7ª edição e vai tomar as ruas históricas de Marechal Deodoro a partir do próximo dia 31 até 3 de setembro. São esperados cerca de 35 mil visitantes, +? No http://goo.gl/HcqRr6

flimar

Na última 3ª feira, 23, a Secretária de Estado da Cultura reuniu a imprensa alagoana, produtores culturais, simpatizantes e afins,  apresentando a Flimar e sua programação oficial. O encontro movimentou o Museu Palácio Floriano Peixoto.

Este ano, a Festa Literária homenageará a psiquiatra alagoana Nise da Silveira e o cantor/compositor cearense Raimundo Fagner. Na cena, palestras, mesas redondas, recitais, saraus, apresentações de filarmônicas, exposições e intervenções culturais.

Deixo vocês com este curta-metragem.

9W8A8787 9W8A8794 9W8A8803 9W8A8807 9W8A8808 9W8A8812    9W8A8834  9W8A8847 9W8A8858 9W8A8863 9W8A8866  9W8A8876 9W8A8877 9W8A8879

 

Tags:, , ,

>Link  

“Ética na Política – Com Humor!”
   Aldia  Sampaio  │     25 de agosto de 2016   │     11:46  │  0

São + de 30 anos da área de Comunicação, sendo jornalista, chargista, cartunista… Ênio Lins tem 1 grande currículo. Coordenou a Comunicação da Cooperativa Regional dos Produtores de Açúcar e Álcool de Alagoas, é membro do Conselho Estadual do Desenvolvimento Econômico e Social… Ah! E ainda é graduado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal de Alagoas.

Fel03240816

Foto: FC

O jornalista e atual secretário de Estado da Comunicação divide conhecimentos, informações e experiências na Galeria Gamma (bem em frente à torre da antiga Telasa, no Stella Maris) às 7 e ½ da noite de amanhã. O tema? “Ética na Política – Com Humor!”

(mais…)

Tags:, ,

>Link