A Acústica Memória da Flor
   Felipe  Camelo  │     28 de julho de 2016   │     11:00  │  0

Júnior Almeida, é sem dúvida 1 grande artista alagoano.

Iniciou sua carreira por volta dos anos 80, quando participou de 1º Festival Universitário, e sua apresentação chamou atenção. Depois disso, a música sempre o acompanhou.

reprodução 2

Fotos: Assessoria/Reprodução

Com sua bela sonoridade, foi convidado pela Aliança Francesa para participar do Festival do Sul, em Marselha, na França. Já representou o estado no projeto ‘Alagoas de Sol a Sol’, tocando ao lado de Hermeto Pascoal, Leila Pinheiro e Duofel. No Rio de Janeiro lançou o CD ‘Limiar do Tempo’, no Teatro Rival.

Ganhou grande destaque quando 1 dos maiores cantores brasileiros, Ney Matogrosso, gravou sua ‘A Cor do Desejo’ no álbum ‘Beijo Bandido’. As apresentações ao lado de Milton Nascimento, no show ‘Crooner’ e, em 2005, com Djavan, na inauguração do Teatro Gustavo Leite, marcam sua carreira.

assessoria

 

Em 1993, começou a fazer os registros de suas músicas, com a gravação de fita cassete, intitulada ‘Transparências’. Em 1999, lançou o 1º álbum ‘A Lua Não Pertence a Ninguém’; o 2º, ‘Dias de Calor’, saiu em 2001; o 3º, ‘Limiar do Tempo’, em 2006.

Em 2012, surgiu ‘Memória da Flor’, onde interpreta a música que dá nome ao álbum com Ney Matogrosso. E falando nesse CD que destaco este novo show de Júnior Almeida, Acústico Memória da Flor.

reprodução

Gravação da música ‘Memória da Flor’ com Ney Matogrosso. Foto: Reprodução

O artista fez 1 releitura de seu último álbum para 1 show acústico e apresentará no amanhã no Cine Arte Pajuçara, às 9 da noite. A ideia da apresentação acústica “Surgiu a partir da vontade de tornar mais crua a sonoridade das músicas, utilizando o menor nº de instrumentos e apresentando as canções já conhecidas do público com 1 nova roupagem”, 2º release.

Júnior Almeida acredita que “O uso de poucos instrumentos evidencia a palavra. A poesia e a melodia tornam-se o centro do show e esse é o objetivo: enxugar. O sentimento será o protagonista”.

006-300x200

 

Ah! Além do show, haverá 1 exposição de  fotos que fiz inspirado nas músicas de ‘Memória da Flor’.

Não sei se já contei, mas 1 dia sonhei que fotografava as músicas do Júnior. Contei isso a ele, e que surgiu o convite pra entrar nessa experiência e produzir a exposição. As portas do Centro Cultural Arte Pajuçara se abrem às 8 da noite, preparando o clima pr’o show.

Para conferir a parceira de Júnior Almeida com Ney Matogrosso, ‘Memória da Flor’

Tags:, , ,

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *