‘Caixa Preta’ alagoana aberta em Paris
   Felipe  Camelo  │     7 de junho de 2016   │     12:54  │  0

Fotógrafo alagoano dos + inspirados e talentosos, Celso Brandão já em Paris, onde irá expor “Caixa-Preta” na Maison Européenne de la Photographie, do próximo dia 15 a 28 de agosto, na programação da ‘Une Saison Brésilienne’ (‘Uma temporada brasileira’).

celso brandão

Foto: FC

Maison Européenne de la Photographie é 1 prestigiado centro de pesquisa da fotografia contemporânea, e conta com 1 acervo de 20 mil fotografias, livros e vídeos, além das exposições. Nomes como, Elliott Erwitt, Thomaz Farkas, Bettina Rheims, Alice Springs, German Lorca, já passaram por lá.

celso brandão 2

Gêmeos, Maceió, AL © Celso Brandão, 1993

Celso Brandão herdou de sua família, 1 linhagem de pesquisadores alagoanos, o foco em registrar a cultura popular alagoana, como o artesanato, crendices locais e festas. Mas, para ele, seu trabalho se destaca pela presença do indivíduo.

Aos 13 anos, ganhou 1 câmara fotográfica de seu pai, Rivadávia Carnaúba Brandão. Com as fotos, começou a ganhar elogios. Foi através de 1 senhor chinês, em Maceió, que ganhou 1 incentivo, que fez Celso, nunca mais parar.

Nos anos 1970, após o 1º Colóquio de Cineastas e Cientistas Sociais, em Recife, onde foi cursar arquitetura e depois trocou para Comunicação Visual, que Celso se descobriu. Por sugestão de 1 amiga, fez seu 1º documentário, “Reflexos”, e concorreu no Festival Brasileiro de Cinema de Penedo. Com esse filme, levou seu 1º prêmio, o de ‘Melhor Filme’. Nos anos seguintes, ainda conquistou + 4 troféus.

celso brandão - cena de reflexos

Cena de “Reflexos”, de Celso Brandão

Brandão tem 1 extenso trabalho, são cerca de 50 filmes no currículo, e hoje é referência na fotografia alagoana e nacional.

Mas, claro, alagoano fazendo sucesso mundo afora, tem que ter gente sua por perto. Assim, no próximo sábado, embarcam sua irmã Eva Amaral, os sobrinhos Laurinha & Pedro, o irmão Daniel Quintella Brandão e a cunhada Ana Rosa, e os amigos Leila Gomes de Barros, Tatiana Brasil & Fernandinho Fiúza, dr. Modesto Carvalhal. Verdadeira festa caeté em terras parisienses, coquetel no dia 14, abrindo a exposição, oficialmente, no dia seguinte. Daqui, desejando ainda + sucesso ao Celso, claro.

Ah! E Celso Brandão ganhou supermatéria, que vale conferir no blog do Juan Esteves (http://goo.gl/Dr1a6W), com resenha sobre o livro. Outra dica é conferir o Blog Projeto Andarilha (http://goo.gl/4QBmUe), tem 1 matéria incrível com  + informações sobre este alagoano que faz sucesso mundo afora.

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *