De Vas vai, mas volta
   Felipe  Camelo  │     16 de março de 2016   │     10:00  │  0

Reprodução

Reprodução

Nestes tempos em que os sucessos são imediatos, mesmo que não se  tenha muita qualidade, este é 1 ótima notícia sobre o que se produz em Alagoas, incluindo música e artes, claro.

Se você está sem programa para esta próxima 6ª feira, ótima sugestão da jornalista Morena Melo, reproduzida aqui na integra.

“As músicas novas de Felipe de Vas, confessionais como as que fazem parte do Ep Lampejo (2014), mas com um frescor atual e a chancela da produção de Dinho Zampier e Wado deverão chegar a São Paulo nos próximos dias. O músico parte para metrópole paulistana para divulgar o álbum Gravidade (2015), lançado no Teatro Deodoro, em Maceió, e disponibilizado para streaming no site felipedevas.com.

O show que acontece no PUB Fiction, localizado na Av. Amélia Rosa, promete fazer o público dançar. Além das canções do disco Gravidade (2015), Felipe de Vas construiu um repertório que revela suas maiores influências, como Criolo, Tim Maia e Orquestra Contemporânea de Olinda.

Para celebrar a nova fase de sua carreira, de Vas recebe no palco do PUB Fiction as participações de Wado, Yo Soy Toño, Ding e Unidade Nova Praia.

Gravidade

Do Ep lampejo para o primeiro álbum Gravidade, algumas permanências atestam a identidade de Felipe de Vas, marcada por confissões melódicas e o deslocamento entre gêneros musicais, como o folk e o indie. Com releituras do despretensioso Ep Lampejo – que levou De Vas a abrir show de Frejat e Marcelo Jeneci – o álbum Gravidade (2015) foi lançado com dez músicas, entre elas o single Sem véu nem vaidade, e rendeu uma série documental no YouTube, revelando detalhes da pré produção do disco.”

 

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *