Salvando Arte com Arte
   Felipe  Camelo  │     1 de agosto de 2015   │     16:00  │  0

Reprodução

Reprodução

Às 7 e 1/2 da noite da próxima 6ª, o Cine Arte Pajuçara, única sala especializada na exibição do chamado cinema de arte em Maceió, realiza 1 leilão de obras de arte.

Os interessados deverão fazer seus lances por meio de 1 envelope, que será depositado em 1 urna. Cada pessoa que fizer o seu lance receberá 2 convites para a Pré-estreia do filme “ Cauby Peixoto – Começaria tudo outra vez”.

17 artistas, nativos e de outros estados, abraçaram a causa e doaram obras que estão sendo leiloadas desde o dia 27 de julho no próprio Centro Cultural. No dia 7, serão abertos os envelopes com os lances dados, sendo a maior oferta a vencedora.

“A gente está dentro daquela filosofia de tentar, de fazer a nossa parte, fazendo 1 forcinha para apagar o fogo. Essa é 1 forma pequena de colaborar, de ajudar aquele local tão importante para a cultura em nossa cidade e em nosso estado”, afirmou o artista visual alagoano Pedro Cabral, que além de estar entre os participantes, foi quem deu a ideia da realização do evento.

O dinheiro arrecadado será utilizado na reforma da parte acústica e de ar-condicionado do local, cumprindo 1 determinação do Ministério Público Estadual, feita após reclamações de moradores de prédios vizinhos, por conta do barulho provocado pelo atual sistema de refrigeração.

“A central fica no teto, e o barulho começou a incomodar os vizinhos. Nós fizemos 1 acordo com o MP, que nos deu 1 prazo até 10 de agosto para resolver o problema. Esse é 1 serviço bastante caro para nossa realidade, e o que conseguimos levantar até agora com patrocínio e doações deu para pagar somente a 1ª parcela do serviço”, disse o diretor de programação, Marcos Sampaio de Araújo, o Marcão, sobre os rendimentos adquiridos pelo espaço não serem suficientes para arcar com as despesas da obra, avaliada em + de R$ 15 mil.

Até a reforma, o Cine Arte está funcionando em horário reduzido. “Foi por isso que até agora não realizamos o corujão, por exemplo. Só poderemos retomar a programação normal depois de resolvidas os problemas apontados pelo MP”, explica Marcão.

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *