Alta Tecnologia na Zona da Mata
   Felipe  Camelo  │     1 de maio de 2015   │     12:38  │  0

Fotos - FC

Fotos – FC

Na última 3ª, 28, o grupo Fiat Chrysler inaugurou em Goiana, a fábrica Jeep na Zona da Mata Norte de Pernambuco. Na cerimônia, a presidente Dilma Rousseff , que descerrou a placa no setor de montagem. Fazendo as honras da casa, o governador Paulo Câmara, que recebeu também o ministro do Desenvolvimento, Armando Monteiro, o senador Humberto Costa e o presidente-executivo do grupo Fiat Chrysler, Sergio Marchionne. A produção local já havia começado em fevereiro, com o SUV Renegade, que já circulam por ai fazendo sucesso. A previsão é que o investimento gere, até o final do ano, 9 mil empregos diretos e indiretos.

“Para mim, inaugurar essa unidade industrial do grupo FCA proporciona grande orgulho e satisfação. Assim como o governador Paulo Câmara, participei como ministra de todas as tratativas para o estabelecimento dessa empresa em Pernambuco. Falo do fundo do coração sobre a importância dessa empresa como sendo um dos empreendimentos que afirmam o compromisso do meu governo, dos meus ministros, dos governadores aqui presentes com o desenvolvimento regional do país. No próximo dia 5 de maio, Goiana completara 175 anos como cidade. Ela ganha hoje um grande presente”, discursou a presidente.

A unidade é a 1ª inaugurada após fusão global entre a italiana Fiat e a americana Chrysler, em 2014, dando origem à FCA. “Estamos celebrando um novo capitulo que liga o nosso grupo com o Brasil. É uma história de sucesso de quase 40 anos. Graças à união da Fiat com a Chrysler, de fato hoje estamos + fortes e sobretudo estamos prontos para superar 1 novo desafio. Concretizar aqui em Pernambuco 1 grande projeto de desenvolvimento industrial e ajudar a Jeep a crescer e atingir nível jamais alcançado”, afirmou John Elkann, presidente mundial da FCA.

Há 5,3 mil trabalhadores na nova planta e no parque de fornecedores atualmente, 78% pernambucanos e 82% nordestinos. A expectativa é de que, até o final do ano, chegue a 3,3 mil pessoas empregadas na fábrica, 4,9 mil no parque de fornecedores e 850 em serviços gerais.

De acordo com o grupo, o Renegade produzido em Goiana utiliza + de 70% de componentes nacionais: 40% vêm de fornecedores do entorno da fábrica.

A capacidade de produção é de 250 mil carros por ano, n° que só deve ser atingido no 2ª semestre do ano que vem, quando 11 mil pessoas estarão trabalhando em função da Jeep. Além do Renegade, a marca ainda não divulgou que outros modelos serão produzidos ali.

O presidente-executivo da FCA, Sérgio Marchione, elogiou a equipe de brasileiros trabalhando na fábrica. “Uma revolução não se faz nunca de cima para baixo, se faz com a vontade e coragem das pessoas de mudar as regras do jogo. Na minha experiência pelo mundo, aqui em Pernambuco vi se realizar 1 grande revolução. Acredito que em todas as histórias de sucesso, são as pessoas que fazem a diferença. Hoje celebramos o estilo de Pernambuco e não só o complexo industrial. Sem elas, esse projeto nunca teria sido realizado”, afirmou.DSC_4547 DSC_4548 DSC_4549 DSC_4550 DSC_4552 DSC_4555 DSC_4556 DSC_4559 DSC_4560 DSC_4574 DSC_4575 DSC_4592 DSC_4593 DSC_4612 DSC_4615 DSC_4618 DSC_4625 DSC_4633 DSC_4644 DSC_4649 DSC_4650 DSC_4651 DSC_4653 DSC_4656 DSC_4658 DSC_4667 DSC_4671 DSC_4672 DSC_4673 DSC_4674 DSC_4676 DSC_4677 DSC_4684 DSC_4694 DSC_4701

DSC_4710 DSC_4723 DSC_4772 DSC_4775 DSC_4778 DSC_4780 DSC_4785 DSC_4788 DSC_4791 DSC_4794 DSC_4801 DSC_4811 DSC_4817 DSC_4853 DSC_4860 DSC_4863 DSC_4874 DSC_4878 DSC_4882 DSC_4885 DSC_4886 DSC_4891 DSC_4896 DSC_4902 DSC_4904 DSC_4905 DSC_4908 DSC_4909 DSC_4910 DSC_4912 DSC_4918 DSC_4921 DSC_4925 DSC_4928 DSC_4930 DSC_4935 DSC_4939 DSC_4941 DSC_4951 DSC_4970 DSC_4979 DSC_4987 DSC_4989 DSC_4992 DSC_4995 DSC_4998 DSC_4999 DSC_5000 DSC_5001 DSC_5008 DSC_5017 DSC_5018 DSC_5024 DSC_5026 DSC_5027 DSC_5028 DSC_5032 DSC_5033 DSC_5037 DSC_5042 DSC_5047 DSC_5053 DSC_5057 DSC_5080 DSC_5088 DSC_5090 DSC_5092 DSC_5093 DSC_5097 DSC_5100 DSC_5101 DSC_5102 DSC_5106 DSC_5107 DSC_5114

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *