Até que a Morte as Separe
   Felipe  Camelo  │     31 de outubro de 2014   │     10:22  │  1

safe_image

Reprodução

Após se tornar evangélica e abrir mão de lutar pela herança, Suzane Von Richthofen, condenada a 39 anos e 6 meses pelo assassinato dos pais em 2002, surpreende + 1 X se casando com sua companheira de prisão Sandra Regina Gomes, condenada a 27 anos de prisão pelo sequestro de 1 empresária de São Paulo.

Recentemente, ela trocou a ala das evangélicas da penitenciária feminina pela cela especial das presas casadas com a nova parceira. As 2 começaram a se aproximar quando trabalhavam na fábrica de roupas da prisão junto com Elize Matsunaga, ex de Sandra, presa pela morte e esquartejamento do marido Marcos Kitano Matsunaga em junho de 2012. Suzane é apontada como pivô da separação.

O relacionamento também é tido como o principal motivo para Suzane ter negado a progressão ao regime semiaberto, concedida em agosto pela juíza da Vara de Execuções Penais de Taubaté, Sueli Zeraik de Oliveira Armani, que declarou preferir permanecer no presídio.

Tags:, , , , , , ,

>Link  

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. nelson

    a midia tá fazendo dessa assassina psicopa uma verdadeira heroina brasileiera. daí a pouco a globo contrata ela para fazer dessas novelas diabolicas com crimes de fazer inveja a mafia italiana. se fosse nos estados unidos, china, taylandia, ela ja estaria namorando com o capêta no quinto dos infernos.

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *